venha seguir esse espaço! clik aqui!

domingo, 20 de janeiro de 2013

Vida e Razão


“Vida e Razão” Czar D’alma


“Vida e Razão”  –  Czar D’alma

 
Pai me perdoa ao não perceber

Aquela chama de amor se apagar

Quando as coisas se foram...

Levando a minha alma, pra trás se entregar.


Pai vê se lembra de mim... Pois sei que eu errei.

Eu queria tanto o seu carinho, perdão divino.

Rasgar de mim esse pecado que comi

Mas de agora em diante vomitei.


Pai me perdoa, por confiar somente em pessoas.

Não vi o seu grande amor, tentei da vida despir e também de mim...

Mas, não precisa ser assim, não pode terminar aqui,

A vida ainda pode me dar motivos para sorrir.


Entendes sim, quando me agito, oro e grito aflito

Por que sem teu perdão não há paz

E tampouco consolo, vida e razão.

Me perdoe o meu sentido sem reflexão.


Parecia que eu nunca cairia, mas nisso já havia queda,

Nisso estava em mim a minha falta de humildade e paixão;

Eu sei que, erro muito, mas ainda venho até aqui...

Por que só o seu perdão, expurga meu pecado, dá-me vida e razão.


Escuta Pai. Eu quero estar contigo apesar de mim

Eu não quero escutar conselhos ímpios

Mesmo em meio aos falsos irmãos.


Pai, de tudo que posso dizer...

Eu preciso é de perdão!


Se alguém, me ofereceu, fui eu quem cedeu à tentação.

Não entendo por que, as pessoas mentem, traem e pecam

Mas, os humanos são assim... Mesmo sendo assim vim aqui

Eu quero a partir de já viver somente pra ti.


Pai, não posso me justificar e nem quero.

Eu quero o seu amor, seu abraço e perdão.

A vida é pra se viver, e o coração para amar...

Mas em ti descubro que eu existo pra ser feliz, ser emoção.
É quando tu me abres os braços que volto à vida

E estendo aos meus devedores a mesma graça e paixão.

Esse milagre, chamado perdão.


Mas não posso me esquecer daqueles que ficaram ao meu lado...

Mesmo quando a vida parecia me dizer – NÃO!

Esses anjos-irmãos da cruz e do sangue de Jesus.

Que perceberam a minha fragilidade e jamais...

Lançaram-me em rosto a minha própria aflição!

"Vida e Razão." - Czar D'alma


P.s.: Dedico esse poema à todos meus, pais espirituais, irmãos, amigos,
familiares  e
pra todos que, veem me auxiliando e me estendendo as mãos!