venha seguir esse espaço! clik aqui!

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

“Quanto vale a verdade, pra você?”


“Quanto vale a verdade, pra você?”

"Quanto vale a verdade, pra você?”


Tem uma máxima no Evangelho que é – “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. De fato,
essa é uma das expressões mais ricas do cristianismo. Na verdade, na verdade... Dizia sempre Jesus
enfatizando algo que seria de riquíssimo valor. Bem, a questão é – “Você e eu, queremos de fato a
verdade pra nossas vidas?” Isso é algo tão sublime, forte e ao mesmo tempo, surpreendente, que
pode sim, em alguns casos, ser engano pra própria alma. Pois, digamos que, pra que você precisasse
se encontrar com Jesus, e todos nós realmente precisamos... Digamos que, você consegue ver
algumas coisas que realmente terás que deixar para encontrar-se com Cristo. Por favor, não nos
enganemos, o cristianismo é de uma expressão, de uma realidade que, se algum e ou, se alguém,
está pregando, ensinando o Evangelho que se chama de Jesus Cristo, e por favor, não nos
equivoquemos, não há evangelho dos “últimos dias!”O Evangelho é Hodierno, atual e renovador,
desde os idos tempos, desde os dias mais remotos, quando Jesus se expressou... “Conhecereis a
verdade...”

Se essa verdade lhe indagasse seus modos de vida, seus valores, seus comportamentos... Qual seria
de fato e de VERDADE a sua resposta? Não precisa me responder, por que, de alguma maneira, essa
pergunta já lhe foi feita no momento que leste: “Conhecereis... E a Verdade vos libertará!” O que fica
de fato é a nossa resposta, pois a frase, a franqueza do que, representa ser cristão, ser verdadeiro e
ser de Jesus, não é o fato de irmos a uma congregação, não é o fato de termos o nosso nome em
algumas das congregações, denominações... É muito além do que isso! É muito mais que, dizer,
Aleluia! Glória a Deus! É muito além do que as roupas que vestimos, as frases que dizemos ( e muito
dessas são puros jargões!), bem, chegamos até aqui, por uma questão muito simples... Quando eu,
você, o Espírito de Deus demarcou esse encontro e confronto, fica vicário, puro, direto, pronto, “já-
é!” que, Fora o próprio Deus quem esta nos dizendo isso! Quando alguém quer ouvir Deus falar
consigo, basta que leia essa frase que, a conversa franca e direta e o papo-de-Deus inicia-se contigo,
consigo, conosco e sempre. Por quê? Por que, Ele escolheu momentos como esse pra vos dizer – “Te
amo!” Mesmo que as inversões desse mundo digam, não!” Tem uma canção que eu adoro, quer
dizer, gosto de ouvir, “Eu escolho Deus!” Se eu escolho Deus... A verdade é que, Ele nos escolheu
para as boas obras e para que andássemos Nelas!” Isso é o evangelho confrontando o homem e
ensinando o mesmo a caminhar o caminho do encontro com o próprio Deus! O caminho da
reconciliação e paz! Mas, não nos enganemos! A questão preciosa e primaz é – “Conhecereis a
verdade e...” Sim, o que faremos, quando a verdade nos confrontar, primeiro quando a nossas
justiça em nada vale, pois em Isaías, diz: “As nossas justiças são como trapos de imundície para
Deus!” Se isso é a verdade e eu creio que sim, é! Não é por causa de meus bons comportamentos, de
minhas boas realizações! Mas, por causa da justiça feita pelo sangue de Jesus que, me purifica de
todo o pecado e quando eu, de fato e de verdade, creio nisso e vivo, confiando nessa graça que, eu
nada merecia, senão a condenação e Ele, Cristo jesus morreu para que, pelas suas pisaduras
fôssemos perdoados, tratados e reconciliados com Deus. Quando eu faço a opção de dar razão a
Deus, e como diz a canção “eu escolho Deus”, eu deixo-me dominar por essa graça avassaladora
que, transforma o homem, a mulher... Eu sei que, continuo pecador, mas a diferença que, já não sou
mais, escravo do pecado! Essa graça transforma mesmo o viciado, o adúltero, o homossexual, a
prostituta, o ladrão, o mentiroso, o legalista, o maldizente, o mentiroso, etc. Transforma todo aquele
que nele confiar. Se a verdade chegar à tua casa, À tua tenda.... À sua vida! Faça-se o favor de
permitir que, Ela te leve pelos caminhos do encontro com Deus, com a mudança de vida e digo-lhe
que, quem assim o faz, a si mesmo, fez o melhor que poderia fazer nessa vida! Antes de terminar,
quero apenas abrir um “leque”, se é que, posso usar essa Palavra. Mas, eu sei que, as indagações
que fica é... Mas espere aí, Julio! O lugar que, mais vejo agir dessa e dessa maneira é dentro das
chamadas, casas de religião, de encontro com Deus, onde a promessa que fica é de que são libertos,
que são amáveis e etc. Mas o testemunho desses... Está longe de ser de libertos, amáveis e de que,
foi alcançado por Deus! Bem, meu leitor ou, leitora. Não irei me alongar, mas a questão é que, o
próprio Cristo que é a própria, VERDADE, já afirmou isso.“Muito me dirão que, em meu nome
expulsamos demônios, falamos em línguas e pregamos em seu nome e etc.” Todo mundo sabe que,
estou relendo o evangelho de Mateus, quando assim digo! Jesus não nos enganou quanto a isso, por
que, Ele mesmo é a Verdade! E nos escritos de Paulo, apóstolo, ele também afirma, “Nos últimos
dias, aparecerão falsos mestres...” Jesus disse que, muitos viriam em nome Dele e? Que estes em
nada tem com Jesus! O Próprio Jesus chega a afirmar em sua palavra em respostas a essas pessoas
– “Afastai-vos de mim, por que, jamais vos conheci!” "A questão não é como os falsos vivem, mas
como os verdadeiros queiram viver!” (Czar D’alma). Já dizia um teólogo europeu – “Um homem mau
fazer algo bom é pior do que, um homem bom fazer algo ruim!” Parece inusitado, mas é assim que a
gente cogita, pensa e considera na alma, quando pensa que, essas pessoas que, andam por aí,
falando em nome de Jesus e eu, temo que, eu algum dia venha a cair nessa “onda” e parar e não
olhar pra dentro de mim, como diz, as escrituras – “Quem está em pé cuide que não caia!” Mas a
mesma Palavra de Deus afirma, “Filhinhos não pequeis, mas se algum pecar, temos um advogado
junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo!” Sim, por isso, tememos e aperfeiçoemos em nossa salvação
conforme em Filipenses capítulo 2 e, versículo 12, parte b, “Desenvolvei a vossa salvação com temor
e tremor”. Bem, claro está que, precisamos da graça e verdade em Jesus, senão, ninguém poderia
ser salvo, no entanto, eu e você estamos aqui de frente com esse texto, essa pérola do cristianismo
–“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Sim, coloquemo-nos diante dessa palavra e
peçamos à Deus que, pelo seu Espírito ele faça essa obra em nós de nos libertar de tudo aquilo que
nos embota e impede na caminhada cristã. A minha oração nessa hora é: “Seja a verdade de Cristo a
minha bússola para que, encontremos a salvação Nele, pois, aquele que começou a boa obra a
aperfeiçoará até o grande dia! Por que sei que, em mim, nada há que possa por si mesmo, me
salvar, senão, Jesus que me direciona, me dá sua mão e me faz andar sobre as ondas da vida,
mesmo que o mundo e as coisas ao redor, digam, NÃO! Eu tenho pela fé, o SIM, em Cristo e não por
meu merecimento, mas pela Graça! Não confio no que eu posso fazer por mim, mas no que, Jesus
fez!” Deus nos ampare, por que os dias são maus, as pessoas frias, os homens ambiciosos e não há
quem pense em Deus, mas eu louvo a Deus pela tua vida que, compartilhou comigo e conosco esse
“alimento da fé” em Cristo Jesus, meu Salvador e Senhor e que, Ele nos guie em toda a verdade,
mesmo aquelas que, não conseguimos mudar, mas confiemos nele e Ele, fará segundo o bom
conselho de Deus!” E Não poso deixar de dizer, TE AMO em Cristo! Um amor que, não é como o
mundo conhece... E Isso nós falaremos em tempo oportuno ou quem sabe, tu me mandas um e-mail
e compartilhemos mais e mais dessa graça e verdade, em Jesus! Eu sou o Julio Cezar, servo de Deus
e conservo de meus irmãos em Cristo Jesus. Pecador, mas perdoado. Que o preço dessa verdade que,
Cristo derramou no calvário, seja a tua vida entregue a Ele, por que, ele pagou o preço de nossa
verdade, liberdade e salvação! Esse é quanto vale pra mim a verdade – “Toda a eternidade!” Até
mais e,

Paz e fé!

Sem mais,

Julio Cezar, vulgo, Czar D’alma, poeta.

fale comigo pelo e-mail - poetaczar@gmail.com

Soli Deo Gloria & carpe diem.
Shalom Adonai.


Não entendo a causa do desamor

  "Não entendo a causa do desamor"
 
 
 
 
 
 
Não entendo a causa do desamor”.
 
 Hoje falando com uma pessoa sobre relacionamentos, algo alvo e bem perspicaz me atingiu.
  A questão em voga era: “por que algumas pessoas não se encontram afetivamente ou, apenas, em
casos desiguais e dificultosos?”  Bem, a questão não é tão.... Digamos que, simplória. Há casos que,
pessoas buscam seu par, em lugares nada apreciáveis, contrário a Palavra de Deus. No entanto, essa
estava com a justaposição de encontrar pessoas de péssima índole naquilo que, chamam lugar de
cristãos e pessoas que, promulgam a mesma fé. Isso não é de espantar, pois o lugar chamado igreja,
antes de tudo é um lugar terapêutico e sempre haverá desencontros e ou, pior, encontros com
qualquer tipo de pessoa. Não é a geografia que, diagnostica o ser, mas o ser diagnosticado sem,
referências de onde “pisa”, existe e aspira... Esse de fato, está imbuído de algumas patologias que,
podem resvalar na área sentimental, pondo tudo a perder.  Mas a questão que fica não é: “Não vos
prendais em julgo desigual...” Segundo diz a Bíblia sagrada? Sim, de fato o é! Porém, a mesma
afirma uma série de pré-condições para assegurarmos de quem estamos lidando. Veja bem, o
próprio Cristo afirma – “Nem todo aquele que me diz Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus!” Se
isso é um fato, por que, alguns que, não permeiam, anseiam o céu, deveriam ter, um acesso a nossa
maior e preciosa intimidade e pertencer assim ao nosso  ser, por que a mesma bíblia diz que, “Os
dois serão uma só carne...” Digo, isso, por que, não creio que Deus queira e que, deve haver na
escolha do cristão evangélico centrado que, alguém possa namorar por nada! Sem ambições,
propósitos de manter, criar e cuidar de uma família, apartir da pessoa com quem lida e se relaciona.
Logo, essa e esses, criam relações baseadas em motivos mais, coloquiais, para não dizer, vulgares e
ou, prolixos. Isso não é de se espantar que, em nosso meio ouça de pessoas assim, isso disse o
Apóstolo Paulo em Coríntios...  Isso para entender aonde chega o desamor! Não nos esqueçamos de
que, somos passíveis de erro, somos seres que, querendo acertar, caímos, nos equivocamos,
magoamos e isso, não é de fato, algo que, alguém esteja premeditando... Não é disso que estou
falando. Estou falando de gente sem apreço, sem cuidado ou zêlo por quem esta se relacionando.
Isso se aplica aos que consomem conselho de ímpio e ou, constituem os próprios conselheiros da
maldade. Poderia afirmar coisas ainda mais fortes, mas, não aprecio o momento. Antes, afirmo que
o mundo não e a vida não é palco necessariamente, onde tudo que queremos possa ser conforme
pensamos, por isso, devamos ter sempre a ótica de perceber a fraqueza alheia, entender o momento
onde o desencontro e o afastar ainda possam ser uma escolha, como no caso dos pré-nupciais.
 
  Então, onde ficam os princípios da Palavra de Deus; por que sofrem alguns com tantos
desencontros? Claro está que, há as divergências sociais, espirituais e no meio disso, as nossas
escolhas sem essa direção divina. Isso é o que quero entrar a dizer-lhe, meu leitor e leitora.
 
  Muita gente, inclusive eu, já fez escolhas baseadas em questões pormenores e, esquece-se que há
todo um caminhar juntos e partilhar que, quando há alicerces de caráter, equilíbrio espiritual e
psíquico pode sim, junto à oração, conversa franca e cumplicidade, encontrar a sua cara-metade.
Não esqueçamos de que, a vida e o unir de duas pessoas num projeto de Deus, em família é acima
de tudo, por favor, se de tudo você até aqui não entendeu... Perceba, entenda, assuma a sobriedade
de que, NÃO É FACIL, um relacionamento a dois, porém, em Deus a POSSIBILIDADE se abre de modo,
agradável e sempre, com Ele a direcionar os envolvidos em questão. Mas saiba que, será um
caminho de sucesso se houver, persistência, fé e amor. E agora eu afirmo amor na forma da escolha
sacrificar a sua “pseudo-liberdade” em favor de estar com a pessoa amada. Eu acredito nisso e por
isso dou a minha vida, ainda que no passado, em tempos indiferentes, fomos caracterizados pela
perda, pelo fracasso, pela dor e mesmo pela traição.
 Gosto de crer que sempre haverá um sorriso pra aqueles que esperam em Deus, um sorriso de amor,
de quem realmente fará a escolha por habitar em tua presença, com graça, reflexão e partilhar de
todas as coisas de casal, não apenas as coisas boas, mas as decepções, frustações, as escolhas, os
sonhos... Hoje aqui, conversando contigo através desse texto, percebi o quanto somos limitados e, é
isso exatamente que fará a nossa escolha com alguém a existência a dois, ser o espaço, o lugar a
geografia de habitar junto! Isso é como o Evangelho de João nos afirma, “...Habitou entre nós!” Isso
falando de Jesus que, escolher, “tabernacular, habitar, morar”, conosco, e assim é o propósito do
casamento de Deus para cada homem e mulher. Sermos a morada da graça, habitando um com o
outro em cumplicidade, graça e perdão! Gente, ainda há, a semelhança de como Deus falou com o
profeta que se escondeu, pensando em que seria morto por que, só ele havia naquela época de
testemunha... Mas, Deus lhe respondeu- “Ainda há milhares de profetas que não se curvaram ao
pensar desse século!” (digo-o com minhas palavras para entender o propósito dessa exposição
textual bíblica). Então, ainda há muito homem e mulher de Deus de caráter, de posição diante de
Deus e que não se dobra à traição, ao divórcio, à mácula do leito, à cuidar do conjugue como se
fosse (e realmente é), sua própria carne, e o apóstolo Paulo chega a afirmar – “Quem é que, trata
mal a sua própria carne?” Bem, meus nobres cavalheiros e lindas damas, acreditem, Deus tem
cuidado de vós! Deus irá fazer um caminho no meio do mar de nossas existências, abrindo-o e
criando portas, meios de viver segundo seus princípios e digo isso, como alguém que vive solteiro,
mas, sei que, Deus esta cuidando de cada um de nós. Estou agora ouvindo Thales Roberto cantando
“A casa do Pai” e posso escutar Deus me e no dizendo em meio às minhas lágrimas e dores que, Ele é
fiel! Que esta nos preparando sim, um “Encontro divino!” E que, Deus é um Deus que, se preocupa
com todas as áreas de nossas vidas! Vamos vencer apesar de tudo e de todos e que, ELE nos
honrará, se Nele perseverarmos! Se alguém errou conosco, deixe um abraço e o perdão, assim como
fomos perdoados, pois quem jamais errou nessa vida que, não precise de perdão, amor e afeto? Eu
sei tanto quanto você que, não é fácil, mas sei que é possível! E ainda que, não haja mantimento no
currais, como em Habacuque... Ele nos ama, em meio a essa canção e digo que, essa saudade de
encontros, de paz, cumplicidade e afeto deve ser o nosso esmero em fazer do encontro com o vosso
par o momento de afirmarmos a nossa fé e agradecer a possibilidade de testemunhar, dar razão à
Deus e que,  Ele sim, esta conosco.
 
Eu sou o Julio Cezar, vulgo, Czar D'alma, teólogo e acima de tudo, servo de Deus e conservo de meus irmãos e, espero
você aqui de volta, por que, ainda não terminamos esse papo do encontro divino!
 Posso contar contigo? Então, faça o login abaixo de deixe seu comentário, participação ou,
querendo me mande um e-mail para: poetaczar@gmail.com
 Sou apenas um homem comum, na incomum igreja do Deus vivo! Salvo pela graça e aceito pela fé, apesar de mim mesmo, Ele me amou!
 Até mais!
Paz e fé!

Carpe diem & Soli Deo Gloria.
 
 
Czar D'alma - Poeta