venha seguir esse espaço! clik aqui!

sábado, 19 de janeiro de 2013

Por um dia de felicidade

"Por um dia de felicidade" - Czar D'alma

“Por um dia de felicidade" – Czar D’alma


Eu não sei de poesias

Enquanto observo quadros em minha mente,

Eu não sei da cor da vida e de cada maresia.


Eu sinto porções de amor pelos poros

Eu desejo uma paz, de onde os anjos descendem.


Eu ainda não sei o que lhe dizer,

Quando a noite for mais dor do que fria.

Enquanto os desejos são vis, os homens insanos.

E perceber-te perto do mundo, sem a mim em seus planos.

Eu ainda não sei de poesia, de pintura, arte e canção.

Eu só sei que arde quando eu entro pelo meu gelado portão.

E tu não estás lá...

E eu não tenho mais poesia.


Devolve-me a minha alegria, me dá um bom dia.

Querer um beijo é além das minhas euforias.

Então, me dá atenção e devolve-me a poesia.

Enquanto os amigos me visitam e minha alma dissolve.

Por que, os lírios estão ao meu redor...

E meus amigos choram, com meu silêncio,

Eu juro que ainda não sou o Sr. Jó.

A poesia. Devolva-a pra mim...


Eu estava feliz, quando eu tinha carne nos ossos.

Enquanto, o sol ardia em minha pele e o mar,

Não me gritava que de ti, eu teria que me lembrar.


Tu guardas um rebanho, voltas pra Macaé,

Mas é quando sorri, sente-se só que abro o sorriso...

E espero essa reverenda voltar a me olhar

Como quem abraça uma ovelha e nela, ainda tem fé.

Então profetiza pra mim, não deixa a mentira sorrir...

E verbaliza que um dia ainda, serei feliz.

E tu ainda nem me percebes...

Por que, tu vais ao poço samaritano e bebe,

Do messias o seu cerne.


“Por um dia de felicidade – Czar D’alma


P.s.: Homenagem a Rev. Fatima, Igreja Metodista - Nova iguaçu.


Um comentário:

  1. E COMO NÃO SENTIR "PORÇÕES DE AMOR PELOS POROS",LENDO E SENTINDO TANTA DOÇURA NOS SEUS POEMAS MEU POETA QUERIDO.PARTICIPAR DO SEU BLOG É TUDO DE MARAVILHOSO !!! OBRIGADA !!! BEIJOKAS CARINHOSAS.

    ResponderExcluir